Poeta Lucas de Matos lança novo vídeo-poesia “Preto Ozado”


Lucas-de-Matos

O poeta soteropolitano Lucas de Matos lança seu novo vídeo-poesia nas redes sociais, intitulado ‘Preto Ozado’. O poema foi gravado na Casa do Benin, e lançado no Sarau Virtual em homenagem aos 33 anos da Casa.

“É uma poesia que fala de negritude, acessos e possibilidades”, comenta Lucas, que também homenageia a socióloga Vilma Reis, com quem teve aulas sobre temas raciais. “Vilma é uma mulher preta, intelectual, militante, que nos ensina a andar com a ‘cabeça erguida e bico na diagonal’ contra o racismo. Ela também compartilha o pensamento de Lélia Gonzalez, filósofa que preconiza que, numa sociedade racista, pessoas negras devem se apresentar com nome e sobrenome”, explica.

O poeta, que também dirigiu e editou o material, comentou sobre a grafia do título. “Preto Ozado, assim mesmo com z, revela a “ozadia” preta e baiana em se rebelar frente às agruras seculares, numa ascensão coletiva. É isso que minha arte almeja”, finaliza.

ASSISTA: