Projeto Lendo Mulheres Negras estreia no mercado literário com “Menina Nicinha”


 

O livro “Menina Nicinha”  é assinado por Evelyn Sacramento, que é cofundadora do projeto literário Lendo Mulheres Negras e neste momento se lança para a carreira de escritora. O livro tem forte inspiração nas conversas de Evelyn com sua avó, onde eram contadas lembranças da infância, com direito a molecagem, trabalho e memórias do recôncavo baiano, já que a autora é nascida em Santo Amaro.

Voltado para o público infantil, o livro é informativo e reflexivo, sem deixar de despertas a curiosidade e a inteligência dos pequenos leitores. A publicação tem 36 páginas e ilustrações da mineira Bárbara Quintino.

O livro Menina Nicinha foi contemplado no Prêmio das Artes Jorge Portugal, e tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Como adquirir o livro

A venda do livro já começou e os pedidos podem ser feitos no site https://www.lendomulheresnegras.com.br/menina-nicinha. Os 50 primeiros livros vendidos até o dia 3 serão autografados pela autora, Evelyn Sacramento. Todos os pedidos feitos até dia 20 de junho terão frete incluso, no valor de R$ 35 por livro. E além disso, os materiais didáticos estão disponíveis para download gratuito no site do projeto.

Sobre o projeto

O projeto Lendo Mulheres Negras nasceu em 2016, como uma pergunta simples a ser respondida: “Quantas autoras negras vocês já leu?”. Desde então, a nascente de ideias nunca mais deixou de fluir. Adriele Regine e Evelyn Sacramento são as fundadoras do projeto e dedicam seu tempo e esforços para conhecer, estudar e incentivar o trabalho de mulheres negras em diversas áreas, dentro e fora da literatura.