Seminário debaterá produção e protagonismo feminino no Samba dias 25 e 26


mulheres no samba
Banco de Imagens – Clementina de Jesus

Nos dias 25 e 26 de novembro, a partir das 14h, no Centro Cultural da Barroquinha, acontece o II Seminário “O samba mandou me chamar: as bambas do samba”. O evento, promovido pelo grupo de pesquisa Canto de Cada Canto, traz nesse segundo ano mesas redondas, lançamento de livro e shows. O evento reúne pesquisadoras, professoras e artistas, debatendo sobre a produção, a importância e o protagonismo das mulheres na construção do samba.

Clécia Queiroz, Marilda Santana, Cláudia Sisan, Carmélia Miranda, Katharina Döring, Regina Machado, Juliana Ribeiro, Marcia Short, Olivia Santanna, Carla Liane,  entre outras, são algumas das pesquisadoras e artistas-professoras que discutirão sobre a obra e trajetória de Carmen Miranda, Elza Soares, Clementina de Jesus, Alcione, Clara Nunes, Beth Carvalho,  D. Dinha do samba de lata de Tijuaçu,  das sambadeira D. Dalva de Cachoeira, D. Nicinha de Santo Amaro , D. Zelita de Saubara e das cantoras e compositoras D. Ivone Lara e  Martn’ália.

marilda-santanna
Banco de Imagens

Lançamentos

Promovido pela Universidade Federal da Bahia, em parceria com a Universidade Estadual da Bahia,  o Seminário tem o objetivo de identificar, valorizar e analisar o protagonismo da mulher artista e ativista na construção do samba enquanto gênero musical indissociável da construção de uma identidade nacional.

Durante o evento, haverá o lançamento do livro “As bambas do samba: mulher e poder na roda” (Org. Marilda Santanna), pela Editora da UFBA – Edufba. O objetivo maior desta publicação é reverenciar as mulheres sambistas, compositoras, cantoras e instrumentistas no centenário da gravação do primeiro samba “pelo telefone” de Donga e Mauro de Almeida, registrado na Biblioteca Nacional em novembro de 1916.

 

O grupo de pesquisa “Canto de cada canto” tem como objetivo principal a reflexão crítico – teórica sobre o conceito de canção, das intérpretes como portadoras da voz poética e suas interconexões com a música destacando a performance nos seus respectivos contextos históricos – culturais.

 

Programação

1º Dia 25 de novembro (Sexta-feira)

14h às 16h

Mesa 1 “De pés no chão”

Clécia Queiroz (Cantora ,Profa. Doutoranda UFSE)

CarmeliaMiranda(Pesquisadora, ProfaDra.UNEB)

KatharinaDöring (Etnomusicóloga ,Prof. Dra. UNEB- Mediadora)

 

Mesa 2 “Tradição e modernidade no samba”

16h30 às 18h30

Juliana Ribeiro (Mestre em Cultura e Sociedade – cantora)

As Ganhadeiras de Itapuã(Integrantes:D . Eunice e Verônica)

Marilda Santanna (Profa. Dra.UFBA -Cantora, Mediadora)

 

Pocket Show de encerramento com Marilda Santanna, Fernanda Maia/Carol Bezerra(SP), Clécia Queiroz e Juliana Ribeiro

Violão :Jana Vasconcelos

Percussão :Daniela Pena

2º Dia 26 de novembro (Sábado)

14h às 16h

Mesa 1 A reinvenção do samba

Claudia Sisan (Musicista, cantora,Prof. DoutorandaUNEB)

Viviam Caroline (Mestre em Cultura e Sociedade -Musicista e lider da Banda Didá)

Regina Machado (Cantora, Profa. Dra. UNICAMP – Mediadora)

 

Mesa 2 Samba, mulher e poder

16h30 às 18h30

 

Carla Liane (Pesquisadora, Profa. Dra. – Vice-reitora UNEB) Mediadora

Olivia Santana (SPM-Secretária de Política para as Mulheres do Estado)

Marcia Short (cantora)

 

Pocket Show de encerramento área interna Claudia Sisan,Regina Machado(SP),  e Márcia Short.

Violão :Jana Vasconcelos

Percussão :Daniela Pena

Área externa com A Banda Didá.

Lançamento do livro “As bambas do samba” com as autoras.