Teatro Gamboa tem shows e espetáculos negros este mês


issonaoeumamulatamonicasantanaubuntu
Isso Não É Uma Mulata – Foto Andréa Magnoni

E o Teatro Gamboa Nova denegriu sua programação neste novembro! Re-apresentações e estreias estão entre os espetáculos e shows que serão apresentados ao longo do mês.

Vai ter a intérprete lírica Inaicyra Falcão, cantando músicas que marcaram época no concerto “Memórias”, nesta quarta (9), às 20h. É um show especial, com obras conhecidas nas vozes de cantores como Nelson Gonçalves e Ângela Maria, trazendo cancões que falam da beleza e diversidade das relações humanas.

sedeusfossepretoubuntu
Se Deus Fosse Preto – Fto Max Fonseca

Entre as atrações também terá a performance Coisas do Povo Preto, da Bumbá Escola de Formação Artística, que reúne uma série de intervenções artísticas sempre às sextas e sábados, antes dos espetáculos, que começam às 20h. Nas performances serão abordados temas como o empoderamento da mulher negra, cotas raciais, juventude negra e ancestralidade.

No dia 22, o Teatro Gamboa Nova sediará um bate-papo sobre questões sociais e de gênero, com o tema Mulher, Negra e Feminista. O encontro é gratuito e começa às 19h. Terá a participação de ativistas e convidadas. Esta ação é promovida pela Coletiva Muitas, em parceria com o Teatro, uma abertura para entender a relação da mulher negra com o movimento feminista.

eles_nao_sabem_de_nada_divulgacao
Eles não sabem de nada – Festival Ubuntu

A Coletiva Muitas é um grupo autogestionado de feministas que atuam em diferentes frentes, desde apoio jurídico e psicológico até ações de conscientização e formação voltadas para as mulheres soteropolitanas.

FESTIVAL

Já entre os dias 23 e 26 de novembro, estreando em Salvador, um grupo de jovens artistas e ativistas negros se reunirão em um festival totalmente dedicado à cultura negra e o protagonismo das mulheres: o Ubuntu – Festival de Negras Artes (saiba mais).

 teatrogamboanova

TEATRO

Com direção de Jean Pedro e protagonizado por Sergio Laurentino (Bando de Teatro Olodum), o espetáculo Se Deus Fosse Preto – O Legado de LOID volta a cartaz no Teatro Gamboa Nova no dia 30 de novembro e nos três dias seguintes 1, 2 e 3 de dezembro, às 20h.

E antes de cada espetáculo, o Teatro Gamboa Nova exibirá vídeos do Coletivo Frases de Mainha durante todo o mês.

AGENDE-SE

PERFORMANCE
Coisas do Povo Preto – Bumbá Escola de Formação Artística
sextas e sábados antes dos espetáculos
Empoderamento da mulher negra, juventude e ancestralidade, em intervenções artísticas realizadas por Antônia Costa, Islânia Almeida, Ícaro Oliveira, Jessy Andrade, Marcela Lima, Rafael Carvalho, Vânia de Jesus, Vânia de Oliveira e Osvaldo Oliveira, com direção de Eugênio Lima e produção de Roberto Filho.

BATE PAPO
Mulher, negra e feminista
22/11 (terça) – 19h – GRATUITO
Último bate papo da série em parceria com a Coletiva Muitas, que será centrado na relação das mulheres negras com o movimento feminista, os lugares de tensão, aproximação e suas vivências.

MÚSICA
Concerto Memórias – Inaicyra Falcão
03 e 09/11 (qua e qui) – 20h –  R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia)
Um resgate das memórias da intérprete, que valoriza a música brasileira e o canto erudito, através de um repertório que inclui nomes como Nelson Gonçalves e Ângela Maria, além de outras canções das décadas de 50 e 60.
CLASSIFICAÇÃO 12 ANOS

B.A.V.I – Anderson Petti e João Almy
04 e 05 (sexta e sábado) – 20h  –  R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia)
Berimbau Aparelhado Violão Inventado é um duo musical que une o berimbau e o violão na construção de texturas, ambiências e melodias, explorando sonoridades incomuns e referências musicais populares, regionais e urbanas.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE
.
Uma visita aos antigos carnavais – Lucas Ribeiro
13 e 20/11 (domingo) – 17h –  R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia)
Um GamBoaMúsica Pôr do Sol recheado de marchinhas, cirandas, ijexás, frevos, galopes, sambas-reggae, resgatando sons tradicionais carnavalescos com muita cor e alegria.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE

TEATRO 

Se Deus Fosse Preto – Sérgio Laurentino
30/11 (quarta) + 01,02 e 03/12/2016-  20h –  R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia)
Um homem negro, preso injustamente pelo assassinato de sua filha e de sua esposa, escreve textos que, após a sua morte, se revelarão como base para a criação de um novo paradigma mundial.
CLASSIFICAÇÃO – 16 ANOS

FESTIVAL
UBUNTU FESTIVAL DE NEGRAS ARTES (UFNA) – R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia)
Espetáculos que promovem a visibilidade sobre a realidade e cultura negras.

CINEGAMBOA
Frases de Mainha 03 a 30/11 – antes dos espetáculos – GRATUITO
O humor baiano continua por aqui, trazendo para o teatro um pouco do sucesso dos curtas protagonizados por Sulivã Bispo e Thiago Almasy nas redes sociais.